Ana Camilo, a frequentar a licenciatura em Conservação e Restauro no Instituto Politécnico de Tomar, despertou desde cedo para o mundo da arte. Encontrou na disciplina da Pintura um veículo para o seu pensamento e para a sua busca pictórica. Interessada acima de tudo na cor e na figura, teve nas aulas com Anabela Faia um factor determinante para a sua progressão. Encontramos algumas referências latentes como Giorgio de Chirico, criador da Pintura Metafísica e um dos percursores do Surrealismo.

Não se limitando às telas e aos pincéis, complementa a sua actividade como artista, participando activamente na formação plástica de crianças e adolescentes.

Esteve presente em diversas exposições de pintura com destaque para a Exposição Colectiva no Palácio Anjos (Algés) em 1999, e a sua primeira exposição individual “Pena Suspensa” 18 anos 18 quadros, na SIMECQ em 2007. No plano internacional alcançou as medalhas de bronze no 37º e 38º Salon Concours “Grand Prix International” da Academie Européene Dês Artes na Bélgica; e a de prata na Exposition Internationale 2007 – Salon UVA em Paris organizado pela mesma academia.

Miguel Félix